Aquele sobre se perdoar

Aquele sobre se perdoar

É na busca pela cura que você descobre que sem se perdoar, fica difícil perdoar o outro. É nessa busca que você entende no fundo do seu coração que erros e acertos não passam de atitudes que temos baseadas no que podemos oferecer uns aos outros hoje, baseadas no que nosso passado nos ensinou. Somos hoje um pouco do que seremos amanhã. Descobrimos que as dores continuarão lá e que melhor do que sofrer por elas, é sorrir por elas e que quando você aceita que ainda hoje, somos tão imperfeitos quanto éramos ontem e quanto seremos amanhã, você entende que se perdoar é o melhor caminho até o amor que você procura.

Continue Lendo

Aquele sobre o que os anos me ensinaram

Se eu tivesse que dizer o que aprendi nesses anos em apenas uma palavra eu diria: Abraçar! O abraço além de ajudar o cérebro a liberar substâncias químicas benéficas ao nosso organismo, ainda é uma ótima maneira de se comunicar com o próximo, ajuda a diminuir stress e ansiedade e sem dúvidas, transmite uma mensagem de amor e carinho para as pessoas que gostamos. Além disso, durante esses anos eu aprendi sobre mais algumas outras coisas que não tem nenhuma base científica, ...

Continue Lendo

Aquele sobre precisar ir

Passamos por muitos momentos, nascemos, crescemos, nos descobrimos em nós, morremos e nos permitimos renascer. Existe muita força em nós para lutar enquanto nos víamos murchar, nos agarramos em coisas que nem tínhamos certeza se existiam, mas, percebemos que quando o amor vem da alma, mesmo que ele não cresça nessa vida, tá tudo bem, calma. Me vi cair e mesmo longe, mudo e mergulhado no abismo que me tornei, te implorei, mesmo sem você saber, para me ajudar a levantar. Te vi trilhar ...

Continue Lendo

Aquele sobre se abrir ao aprendizado

Quando encontramos força para seguir adiante temos que assumir riscos, quando sentimos que estamos preparados, talvez seja o momento mais delicado, feridas recém curadas se magoam facilmente, coração recuperado perde um pouco de referências, o processo de acreditar precisar estar junto com a força para suportar o que vier. Sair de uma grande tempestade e se arriscar a deixar o guarda-chuva em casa nem sempre é uma decisão sábia. Estamos nesse processo de transformação constante, ...

Continue Lendo

Aquele sobre ter tempo

Eu tive uma namorada com quem, juntos, passamos por muitas coisas, me separei dela quando tive a primeira crise de depressão, eu achava que estaria poupando seus sentimentos deixando ela livre, na minha cabeça isso era melhor do que ela ter um namorado depressivo, mesmo sofrendo, ela aceitou a minha decisão. Talvez naquele momento nós dois já sabíamos que a separação não duraria muito. Quando meu pai ficou doente e foi internado pela primeira vez, ela ficou sabendo, eu estava no ...

Continue Lendo

Aquele sobre as respostas

Eu saia com uma garota, uma vez voltando pra casa, sensação de -7 graus na Irlanda, neve, eu mandei uma mensagem pra ela, ela estava no ponto de ônibus sozinha esperando para voltar pra casa, eu dei meia volta, andei 30 minutos até ela, ficamos mais 1 hora conversando no frio até seu ônibus chegar. Outro dia, a mesma coisa, estava do lado de casa, mandei mensagem, ela estava esperando último ônibus, como não tinha neve, cheguei lá mais rápido, e ficamos mais 40 minutos no frio juntos ...

Continue Lendo

Aquele sobre se amar

Me corta o coração ver isso acontecer todos os dias, receber mensagens de amigas com o coração partido, porque os caras com quem elas saem, mudam da água pro vinho, quando estão perto são amorosos, carinhosos, planejam várias coisas, quando estão longe, se mostram exatamente assim: longe, distantes, sem nenhuma preocupação com a vida delas, respondem quando querem, da forma que querem e quem está do outro lado, tentando criar laços e manter uma relação, sofre, pois reciprocidade ...

Continue Lendo

Aquele sobre viajar no tempo

Esses dias eu fiquei doente, de cama por uma semana, minha cama se transformou em uma espécie de máquina do tempo. Por causa da febre, eu tinha muita dor nos olhos, então, não conseguia ler nem ver TV, também por causa da febre, eu tinha muita dor no corpo, o que me impedia de sair por ai e dificultava o simples fato de querer dormir. Não foi nada grave, mas me ajudou a viajar. Eu viajei no tempo, voltei ao passado, revivi momentos importantes, dei risada com as aventuras na escola e ...

Continue Lendo

Carta ao meu futuro eu

Não é que eu esteja contando, mas já fazem 30 dias, 15 horas e vinte minutos que eu percebi que tudo é válido enquanto existir algo que nos conecta.  Nos acostumamos a manter as borboletas no armário, vivendo como um peixe fora d´água, esperando por sinais que transformem nossos dias, que nos tragam um futuro com gosto de presente, enquanto isso, servimos café para a saudade, e deixamos a dor ali, escolhendo o filme do sábado à noite, sem perceber que talvez, a sombra em forma de ...

Continue Lendo

Aquele sobre como lidar

Ontem eu acordei mais cedo, não foi programado, apenas acordei e senti vontade de levantar, sair na rua, observar um pouco do cotidiano, naqueles minutos entre minha casa e a padaria. É praticamente do outro lado da rua, rua essa que eu conheço desde a década de 80, rua que mudou muito, mas continua a mesma. Hoje ela está mais segura, mais moderna, adaptada ao trânsito atual, cheia dos mesmos problemas de sempre, muito melhor do que já foi, mas continua exatamente a mesma. Voltei da ...

Continue Lendo